Stock Car | Há uma Etapa para o Final da Temporada, Átila Abreu Assume Vice-Liderança

A meta do piloto sorocabano Átila Abreu na segunda metade da temporada era chegar à Corrida do Milhão em São Paulo com no máximo 10 pontos de desvantagem para a liderança da Stock Car e assim tirar proveito da pontuação dobrada na última etapa do ano para disputar seu primeiro título na categoria. Missão cumprida. De quebra, o piloto da equipe Mobil Super Pioneer Racing assumiu a vice-liderança no campeonato, com 149 pontos, na prova realizada em Brasília. É a mesma pontuação de Daniel Serra e Ricardo Maurício, que levam desvantagem no critério de desempate (Átila tem uma vitória como o adversário da Red Bull, mas um segundo lugar a mais, enquanto o piloto da Eurofarma não venceu no ano). Entretanto o sexto lugar do carro #51 na capital federal ficou aquém das expectativas do piloto sorocabano. “Na tomada de tempo o carro estava bem traseiro e isso nos preocupava para a corrida, já que o consumo de pneus aqui é um ponto crítico, com o asfalto muito abrasivo como o de Tarumã. Para conservar os pneus, mudamos o acerto para a prova. Mas deu errado, e lutei a corrida inteira com o carro extremamente dianteiro. Dentro das condições que tivemos na prova, o sexto lugar foi uma vitória”, disse ele, que largou da primeira fila pela quarta vez consecutiva na temporada e fez o que era possível para se defender no Autódromo Nelson Piquet. “Mas era muito lento nas saídas de curva e consequentemente na corrida inteira. Acabei refém da condição do carro e fiz o que era possível hoje. Pelo que aconteceu ao longo do final de semana com os adversários diretos, a gente poderia ter saído daqui com uma diferença menor para o Cacá”, completou Átila. Ele destaca que a disputa na Corrida do Milhão será intensa em Interlagos. “Que a Stock é muito competitiva todo mundo sabe. Mas três pilotos empatados atrás do líder ilustra quanto é assim. Agora temos é que fazer nossa parte: ganhar em Interlagos. E então torcer para o Cacá ficar umas posições atrás.” Já Nonô Figueiredo, companheiro de equipe do sorocabano, fez uma prova sensacional, largou na 23ª posiçaõ e terminou a prova no 3º lugar. Com seu primeiro pódio do ano, o experiente piloto conserva chances matemáticas de título. Realista, ele assume que “corre por fora”, mas que vai brigar até o fim pela conquista. A decisão da Stock Car acontece dia 9 de dezembro, no Autódromo Internacional José Carlos Pace, em Interlagos, São Paul-SP. FOTOS: Luca Bassani/RF1


Os 10 primeiros colocados da corrida em Brasília, 11ª Etapa da Temporada
1 – Thiago Camilo – Chevrolet – RCM Motorsport – 59s172
01. Max Wilson – Eurofarma RC – Chevrolet – 41 voltas em 41min43s118
02. Ricardo Mauricio – Eurofarma RC – Chevrolet – a 3s126
03. Nonô Figueiredo – Mobil Super Pioneer Racing – Chevrolet – a 4s545
04. Rodrigo Sperafico – Prati-Donaduzzi Racing – Peugeot – a 6s753
05. Luciano Burti – Itaipava Racing Team – Peugeot – a 7s708
06. Átila Abreu – Mobil Super Pioneer Racing – Chevrolet – a 9s385
07. Daniel Serra – Red Bull Racing – Chevrolet – a 11s744
08. Ricardo Zonta – Linea Sucralose – Chevrolet – a 13s332
09. Cacá Bueno – Red Bull Racing – Chevrolet – a 15s125
10. Valdeno Brito – Shell Racing – Peugeot – a 15s924
Os 10 primeiros colocados na Temporada, após 11 Etapas
01. Cacá Bueno – 159 pontos
02. Átila Abreu – 149
03. Daniel Serra – 149
04. Ricardo Maurício – 149
05. Max Wilson – 138
06. Valdeno Brito – 137
07. Nonô Figueiredo – 130
08. Thiago Camilo – 113
09. Allam Khodair – 112
10. Luciano Burti – 101

Átila Abreu no Autódromo Nelson Piquet | Brasília-DF | 11.NOV.2012
Both comments and pings are currently closed.

Comments Closed

Comments are closed.