Coluna do Professor | Lesões Mais Comuns na Prática de Esportes

Sports Injury

Esta semana o Professor Claudinei Pires, o Peixe, nos traz um texto do Fisioterapeuta André Ricardo Marcello, muito elucidativo sobre Lesões durante a prática esportiva, o maior temor dos praticantes de qualquer modalidade que seja, e em qualquer nível que se pratique os esportes. Confira: “Quando praticamos esportes ou qualquer atividade de condicionamento físico, de maneira inadequada, estamos propensos a lesões de ligamentos, tendões e músculos, etc. Até mesmo atividades rotineiras simples podem danificar essas estruturas. Citaremos abaixo, de uma maneira mais generalizada, sobre algumas lesões e também algumas dicas e orientações para proceder diante delas. Algumas das lesões que estamos sujeitos a sofrer, durante a prática de atividades físicas incluem:
• Entorses e rupturas de ligamentos
• Estiramento e Distensões
• Contusões
• Tendinites
• Bursites
• Fraturas de Estresse
Essas lesões podem ser resultados de uma queda, uma torção repentina ou um golpe no corpo. Podemos também ter uma ou mais dessas lesões devido ao uso excessivo, provocado pela prática constante de atividades físicas inadequadas. Nesses casos, micro-traumas e pequenas quantidades de estresse do corpo se acumulam aos poucos, mas de maneira permanentemente. Os resultados podem ser danos que levam à dor. A seguir estão relacionadas algumas das lesões que estamos mais sujeitos a sofrer, juntamente com algumas orientações.
Entorses ou Rupturas de ligamentos
As articulações do corpo são sustentadas e estabilizadas por ligamentos, que são bandas fortes feitas de tecidos conjuntivo que conectam um osso ao outro. Quando você lesa um ligamento, o resultado pode ser um simples estiramento, um rompimento parcial ou um rompimento total. As áreas do corpo que mais vulneráveis a esse tipo de lesão são os seus tornozelos, joelhos e punhos. Uma lesão ligamentar de tornozelo pode ocorrer quando você torcer o seu pé para dentro. Isso pode colocar uma pressão extrema nos ligamentos externos de seu tornozelo e causar um estiramento ou ruptura. Já uma lesão de ligamentos no joelho pode resultar de uma torção ou de um golpe, geralmente com o pé fixo ao chão e o corpo todo girando sobre esse membro inferior. No punho esse tipo de lesão ocorre quando sofremos uma queda. Devemos consultar um ortopedista e um fisioterapeuta no caso de qualquer tipo de lesão dessa natureza, para que seja possível avaliar, diagnosticar e reabilitar de maneira correta. O tratamento inicial geralmente indicado para um estado agudo de entorse é o repouso, gelo, compressão e elevação. Entretanto, se o ligamento estiver rompido, é necessário auxílio profissional para avaliar o grau da lesão e estudar a possibilidade de cirurgia para reparar a lesão.
Estiramento e Distensão
Seus ossos são sustentados por uma combinação de músculos e tendões. Tendões conectam os músculos aos ossos. Uma distensão é o resultado de uma lesão tanto ao músculo como ao tendão. A distensão pode ser um simples estiramento, tendo pequena ruptura de fibras musculares a um rompimento parcial ou completo na junção músculo-tendão. A recomendação para uma distensão é o mesmo que para um estiramento, ou seja: repouso, gelo, compressão e elevação. Esses cuidados iniciais devem ser seguidos de uma procura ao médico especialista que encaminhará o indivíduo a reabilitação e fisioterapia.
Contusões
Uma contusão é uma lesão causada por um golpe no músculo, tendão ou ligamento. Essa lesão aparece como uma equimose (sangue aglomerado ao redor da lesão que marca a pele). A maioria das contusões não são graves e respondem muito bem a descanso, aplicação de gelo e compressão e elevação a área lesada. Se a lesão for mais séria, deve-se consultar um ortopedista. Um tratamento feito precocemente por um serviço de fisioterapia, pode evitar danos maiores e permanentes ao músculo.
Tendinites
A inflamação é uma resposta de cura da lesão e é, geralmente acompanhada de um inchaço, calor no local, coloração avermelhada da pele e dor. Uma inflamação em um tendão ou na cobertura do tendão é chamada tendinite. O que causa a tendinite não é somente uma lesão única, mas uma série de pequenos estresses e lesões que, repetidamente, agravam a situação dos tendões. Jogadores profissionais de “Baseball”, nadadores, tenistas e golfistas estão sujeitos a tendinites em seus braços e ombros. Jogadores de basquete e futebol, corredores e praticantes de ginástica aeróbica possuem tendência à inflamação em suas pernas e pés. Muitos ortopedistas tratam tendinites através de prescrição de repouso para eliminar o estresse além de medicamentos antiinflamatórios e principalmente fisioterapia. Exercícios escolhidos especialmente podem ajudar a corrigir qualquer desequilíbrio em seus músculos e ajudar a restaurar a flexibilidade. Tenha em mente que, se você continuar a aplicar força sobre um tendão inflamado, ele pode romper. Isso pode requerer a imobilização através de talas ou até mesmo cirurgia para corrigir o tendão rompido.
Bursite
Uma bursa é um saco cheio de fluído. Ela está localizada entre o osso e um tendão ou músculo; e possibilita que o tendão escorregue suavemente sobre o osso. Pequenas quantidades de pressão repetidas e uso demasiado podem fazer com que a bursa de seus ombros, cotovelos, quadril, joelhos e tornozelos inchem. Esse inchaço e irritação são chamados de bursite, e muitas pessoas sofrem dessa lesão juntamente com uma tendinite. Bursites geralmente são aliviadas através de repouso e, possivelmente, com medicamentos anti-inflamatórios, além de muita fisioterapia.
Fraturas de Estresse
Essas lesões são resultantes de uso excessivo. Quando um de seus ossos está “estressado” pelo excesso de uso, podem ocorrer pequenas rachaduras no osso. Essas lesões são chamadas de Fraturas de Estresse. Os ossos da perna e pé estão particularmente sujeitos a esse tipo de fratura. O seu ortopedista pode sugerir que você faça um teste chamado cintilografia óssea para confirmar a presença desse tipo de fratura. Se você é um entusiasta da boa forma ou um atleta, você deve prestar muita atenção aos sinais de alerta de seu corpo. Fadiga e dor são geralmente sinais de que você está forçando muito o seu corpo. Não deixe de fazer alongamento após se exercitar, parando antes de se exaurir. Lesões de estresse podem ser resultados de um pobre equilíbrio muscular, de falta de flexibilidade ou de fraqueza dos tecidos macios causada por lesões prévias.
Consulte seu médico e seu fisioterapeuta para o tratamento de qualquer lesão a um músculo, ligamento, tendão ou osso. Um fisioterapeuta pode ajudar você a organizar um programa de exercícios ou reabilitação para restaurar seu conforto e mobilidade”. Por: André Ricardo Marcello, Fisioterapeuta Especialista (Crefito-3: 26045-F)
FOTOS: Divulgação/Kevin Hall Physiotherapy (menor) e Warren Bessant/Campus Time (maior)


Lesões Também Podem Ocorrer Acidentalmente Durante Uma Atividade Física | 11.DEZ.2013
Both comments and pings are currently closed.

Comments Closed

Comments are closed.