Fotos | Boxe | Sorocabanos Fazem História no Torneio Forja de Campeões

Com o ginásio da Academia Runner de Sorocaba lotado, a 72ª Forja de Campeões 2013 chegou ao fim na noite de sábado (11/05). A cidade entrou mais uma vez para a história do Boxe Nacional (Veja Fotos das Finais) ao realizar com sucesso todas as quinze rodadas de um dos torneios mais tradicionais no mundo do Boxe. Com uma organização impecável, a Forja 2013 teve um encerramento vibrante, com a definição das dez categorias olímpicas, somente os melhores em cada categoria chegaram a essa final. Foram ao todo duzentos e quarenta e dois atletas inscritos, quinze rodadas realizadas sem falha aos sábados, uma média de quinze lutas por rodada e de trezentos e cinquenta pessoas atendidas por rodada. O título por equipes ficou com a Associação Luta Pela Paz do Rio de Janeiro com total de quinze pontos. A Luta pela Paz inscreveu seis representantes, e foi para a final com cinco boxeadores, todos venceram seus combates. O segundo lugar ficou com a Prefeitura de Rio Claro com oito pontos e o Centro Olímpico de São Paulo com sete pontos. Essa edição conta com a realização da Liga Sorocabana de Boxe, com o patrocínio da Rudel Sports e o apoio da Academia Runner Club Sorocaba, Zofi Camisetaria, Padaria Real e Panathlon Club de Sorocaba. Confira mais abaixo, após as fotos, os resultados de todos os confrontos que definiram os Campeões da 72ª Forja de Campeões.


Combates Definiram os Campeões | Sorocaba-SP | 11.MAI.2013

Esses são os Campeões da 72ª Forja de Campeões 2013 em Sorocaba/SP (Comentários Newton Campos)
MINI-MOSCA – 49 Kg
Campeão, Alexssandro Sousa (Luta Pela Paz/RJ) que venceu Cauê Silva (PM. Rio Claro) por pontos, numa excelente apresentação, o que lhe conferiu a condição de mais destacado lutador desta final da Forja.
MOSCA – 52 Kg
Campeão, Fabricio Ferreira (Luta Pela Paz/RJ) que venceu Patrick Oliveira (Osan/Fupes/Jab/Santos) por impedimento deste. Fabrício se portou galhardamente em todo o transcurso do campeonato, e mereceu a medalha de campeão.
PENA – 56 Kg
Campeão, Wander Oliveira (Luta Pela Paz/RJ) que venceu Alan A. Santos (AGB/BoxeTop) por abandono no segundo rounde. Espetacular Wander, que dominou inteiramente o seu oponente, obrigando o córner de Alan a jogar a toalha.
LEVE – 60 Kg
Campeão, Bruno Fiorentino (Luta Pela Paz/RJ) que venceu Claudio B. Silva (AGB/BoxeTop) por pontos. Não obstante a valentia de Claudio, o garoto carioca soube como acumular os pontos e ganhar com todos os méritos.
SUPER-LEVE – 64 Kg
Campeão, Wellington Andrade (Luta Pela Paz/RJ) que venceu Walter Oliveira (Nossa Causa/Sorocaba) por pontos. Mais uma positiva apresentação de um pupilo do popular Gibi, que ganhou o título na base de 14 toques contra 04.
MEIO-MÉDIO – 69 Kg
Campeão, Bruno Paiva (Lusitano/Selam/Piracicaba) que venceu Emerson Ferreira (PM. Rio Claro) por pontos. Bruno foi outro boxeador que surpreendeu com uma apresentação do primeiro nível, superando a raça do oponente. Seu preparador Marquinhos, mereceu o mérito do seu excelente pupilo.
MÉDIO – 75 Kg
Campeão, Matheus Andriolli (PM. Rio Claro) que venceu Jhonatas Santos (Centro Olímpico) por pontos, num confronto de emocionantes alternativas. Como consequência, em vários momentos o equilíbrio marcou notória presença. Para se ter uma ideia do que aconteceu durante o duelo, basta registrar que a vitória de Matheus, foi na base de 16 toques contra 15. O pupilo dos irmãos Macedo mereceu o veredicto.
MEIO-PESADO – 81 Kg
Campeão, Felipe Lopes (Centro Olímpico) que venceu Gabriel Sarafian (Ac. Omega/CT) por pontos, esbanjando categoria técnica, ao ponto de passar todo o combate se esquivando e contra golpeando com maestria. Felipe encheu de alegria o técnico Messias e o seu genitor André. O rapaz tem apenas 16 verdes anos.
PESADO – 91 Kg
Campeão, Murilo Matos (Ac. Galati/Mazinho EC/R.Preto) que venceu Thiago Nascimento (PM. Itu) por KOT no segundo rounde, face problemas de ordem física. Os preparadores Bruno e seu filho Alessandro, tiveram papel fundamental na conquista do guapo lutador de Ribeirão Preto. Até o momento de ser encerrada a contenda, Murilo levava uma vantagem de três pontos.
SUPER-PESADO – +91 Kg
Campeão, Bruno Capelozza (S.C.Corinthians Paulista) que venceu Felipe Micheletti (Nossa Causa/Sorocaba) por pontos. Além de excelente aplicador de jabes com o punho esquerdo e direitas bem colocadas, o boxeador corintiano que subiu ao ringue enrolado numa bandeira do seu clube, também mostrou quanto é importante subir ao ringue com uma estratégia programada. E foi por aí que o pupilo de Washington Silva, ganhou a chancela de rei da Forja 2013 concedido pela Federação Paulista de Boxe.
Relato de Newton Campos: O título de lutador mais completo do torneio, recaiu no super-pesado Bruno Capelozza, defensor do Sport Club Corinthians Paulista. Nas três últimas etapas do torneio, inclusive na final de sábado quando derrotou Felipe Micheletti, o pupilo de Washington Silva se agigantou soberanamente, vencendo seus oponentes de maneira categórica. Bruno, entre tantos bons lutadores que se apresentaram nesta vibrante final, extrapolou a expectativa, exibindo um estilo muito a gosto da plateia. Nos quatro conceitos do boxe, ataque, defesa, eficiência e técnica, o lutador corintiano esbanjou qualidade. Todos que o viram em ação, não têm dúvida que não tardará para se configurar num ídolo do pugilismo nacional. O jovem é um craque! Uma novidade da Liga Sorocabana de Boxe para essa final foi a cobertura em tempo real do evento em sua página no Facebook. A cada round foi comentado sobre o combate, sobre a pontuação e o ganhador da medalha de ouro, isso fez com que quem não teve a oportunidade de acompanhar de perto o evento pudesse saber o desempenho dos atletas e o andamento do evento. Essa cobertura teve uma média de cento e sessenta pessoas acompanhando e foi de iniciativa do Departamento de Comunicação da LiSoBOXE.A Liga Sorocabana de Boxe e o Panathlon Club de Sorocaba concederam homenagem ao Presidente da Federação Paulista de Boxe e vice Presidente do Conselho Mundial de Boxe (WBC) o jornalista Newton Campos pelos mais de sessenta anos dedica dos ao Boxe nacional. Também foram homenageados pelas duas entidades com o troféu do Panathlon Club de Sorocaba o melhor técnico, melhor atleta e o melhor árbitro. Para o melhor atleta da Forja de Campeões, o escolhido foi o campeão do Meio Pesado Felipe Lopes do Centro Olímpico de São Paulo, o Melhor Técnico foi seu avô, Messias Gomes também do Centro Olímpico; Melhor arbitro foi uma mulher, a sorocabana Jaqueline Sampaio. O Coordenador técnico da LiSoBOXE Vladimir Juliano de Godoi ficou satisfeito com o resultado final. Lembrou ainda que a negociação junto a Federação Paulista para trazer o torneio para a cidade vem desde o ano passado e após firmar parceria com algumas empresas para bancar minimamente os custos de um torneio como esse, o Professor Vladimir de Godoi junto com o Presidente da Federação Paulista de Boxe, Senhor Newton Campos firmaram acordo de fazer de nossa cidade, o palco para esse grande Torneio de Boxe. Vladimir de Godoi – “Minha satisfação está em sermos mais uma vez pioneiro neste trabalho, pois nunca este torneio havia sido efetuado fora da capital e nossa cidade teve a honra de receber pela primeira vez, com uma organização que impressionou a todos os participantes e público, a forja em Sorocaba abriu um importante precedente para as demais cidades e organizações, no intuito de multiplicar o boxe levando espetáculos a mais lugares a beira das olimpíadas”.
Sorocaba deu exemplo (Por Newton Campos).
A Forja de Campeões 2013 não somente foi sucesso total, como veio provar quanto é importante as cidades no interior paulista organizarem ligas e movimentá-las adequadamente, como o faz a Liga Sorocabana de Boxe. Sob o comando do professor Vladimir Juliano de Godoi, a entidade sorocabana em parceria com a FPB, foi fundamental na beleza das quinze rodadas realizadas no ginásio da Academia Runner. Tudo funcionou impecavelmente. Se no ringue tivemos a melhor Forja de Campeões de toda a sua longa existência, fora dele a ordem e a disciplina do regulamento, atingiram as raízes da perfeição. O fato anima a Federação Paulista de Boxe a voltar à bela cidade do interior bandeirante. Parabéns aos jovens dirigentes da Liga Sorocabana de Boxe. FOTOS: Divulgação/LisoBoxe

Both comments and pings are currently closed.

Comments Closed

Comments are closed.