Enduro Equestre: Sorocabano de 14 anos Compete com Adultos e é 3º Melhor do Mundo

Sorocaba não para de revelar talentos em todas as modalidades esportivas. E agora foi a vez de surgir uma nova promessa nos Esportes Hípicos. O cavaleiro de Enduro Equestre, José Caio Vaz Guimarães, tem apenas 14 anos de idade, mas já compete numa categoria que inclui adultos, a Young Racer que vai dos 14 aos 21 anos e, ainda por cima, fechou o ano de 2014 como o 3º Melhor Atleta da modalidade no Ranking Mundial da FEI, Fédération Equestre Internationale. Ele competiu contra outros 602 atletas, entre cavaleiros e amazonas, e foi superado apenas pela estadunidense Emilynn Dibassie, 2ª colocada no ranking, e pela uruguaia Teresa Sanchez, que foi a melhor do mundo no Young Riders World Endurance Ranking 2014. Além desse extraordinário resultado internacional, o jovem cavaleiro de Sorocaba ainda fechou 2014 com os títulos de Tetracampeão Paulista e Tetracampeão do Ranking Nacional da CBH, Confederação Brasileira de Hipismo, tendo vencido as competições consecutivamente nos anos de 2010, 2011, 2012, 2013 e 2014, e levou pelo quinto ano consecutivo o Troféu Eficiência outorgado pela Federação Paulista de Hipismo.


Um Esporte Desafiador e que mais cresce dentre os Esportes Hípicos no Mundo
O Enduro Equestre é um dos sete esportes hípicos regulamentados pela FEI, Fédération Equestre Internationale. É a modalidade hípica que mais cresce em número de eventos por ano e já ocupa a terceira posição, praticamente empatado com o Concurso Completo de Equitação e atrás do Salto. A modalidade é uma corrida a cavalo, de longa distância, atingindo até 160Km em sua versão mais longa. A corrida é separada em etapas chamadas de “anéis”. Entre os anéis sempre há um controle veterinário chamado de “vet-check”, onde se verifica as condições do cavalo, para que sejam desclassificados os cavalos demasiadamente cansados ou que mostrem qualquer sinal de dor no sistema locomotor. O enduro é disputado por conjuntos compostos de um cavaleiro/amazona e um cavalo/égua, não podendo nenhum dos membros ser substituído durante a prova. Uma característica interessante é que todos correm juntos, não havendo distinção entre homens e mulheres. Além disso, o enduro é conhecido por proporcionar um ambiente familiar, no qual avós e netos, marido e mulher, irmão e irmã, etc competem entre si juntos, numa mesma prova, e onde se tem contato com a natureza durante todo o dia, mas é um esporte que exige muito treinamento e interação entre homem e cavalo, já que saber o limite do animal é fundamental para que o atleta alcance o objetivo final. E como o esporte exige uma ótima condição física, o jovem cavaleiro sorocabano se dedica à Natação como meio de manter-se em forma e dedica-se três vezes por semana aos treinos, mas observa que o contato com os animais é diário, até como forma de estreitar o elo homem/animal exigido para uma boa performance nas provas.

José Caio Vaz Guimarães
José Caio Vaz Guimarães

Projeto para 2015 inclui subir de categoria para encarar desafios maiores
Para 2015 Caio segue buscando grandes realizações. Em 28 de março retoma suas competições na categoria Young Racers, em prova que acontecerá aqui na vizinha cidade de Itu, mas ele já vislumbra para o segundo semestre do ano a possibilidade de subir de categoria, indo disputar entre adultos no ano que completará apenas 15 anos. Tal ambição tem conhecimento e consentimento dos pais, que foram os grandes incentivadores e inseriram o jovem no mundo hipíco e agora, algumas vezes, têm até dificuldade de afastá-lo dos cavalos, tamanha foi a paixão desenvolvida pelo esporte e pela vida hipíca. FOTOS: Luciano Inácio/Arquivo/Mídia Equestre

José Caio Vaz Guimarães
José Caio Vaz Guimarães
Both comments and pings are currently closed.

Comments Closed

Comments are closed.