Stock Car | Átila Abreu Faz 8º Lugar em Curitiba e Entra no Top 10 da Temporada

Depois de uma vitória de ponta a ponta e um terceiro lugar nas duas passagens da Stock Car por Curitiba no ano passado, a expectativa do sorocabano Átila Abreu era mais um pódio na segunda etapa da temporada 2013. Mas um carro muito dianteiro e preocupação com a temperatura dos pneus dificultaram a prova do piloto de Sorocaba, que terminou em oitavo lugar. Com os 13 pontos, o dono do carro #51 entrou no top-10 da principal categoria do automobilismo brasileiro. Ele agora ocupa a sétima posição na tabela. “Foi uma corrida de muito aprendizado. Pela performance dos treinos, a expectativa era mais alta para a tomada e a corrida. O resultado não foi o que a gente esperava, mas não é todo ruim num campeonato de pontos corridos. Saio aliviado, porque pela condição que tivemos de carro o resultado não foi tão ruim”, declarou o competidor da equipe Mobil Super Pioneer Racing. Depois de cravar a melhor volta do final de semana no último treino livre de sábado, o carro #51, com o mesmo ajuste, não repetiu o desempenho na prova de classificação. “O carro empurrava de frente desde a tomada e isso se repetiu na corrida. Administrar a temperatura dos pneus também foi crítico. A gente sabia que poderia ter problema, como o carro do Khodair teve”, disse Átila, em alusão ao pneu furado do carro #18, que ocupava a liderança da prova na volta 20. Átila acrescentou que os novos compostos da Stock Car têm muito mais aderência que os anteriores e que isso naturalmente gera mais temperatura. “A Pirelli certamente vai avaliar isso e verificar se é necessária uma maior ventilação dos pneus para evitar que isso aconteça. Ficamos com receio de ter problema de pneu aqui.” Diante desse cenário, o sorocabano destacou a importância do resultado tendo em vista a disputa do título. “Pontuar, com os adversários principais pontuando é importante. E temos que saber tirar proveito quando eles tiverem problemas.” Piloto recordista em largadas na Stock Car entre os que disputam a temporada 2013, Nonô Figueiredo teve problemas logo na primeira volta. “Foi uma corrida bem difícil. Na largada levei vários toque de principiantes na categoria, acabei perdendo muitas posições pela inexperiência deles. A partir disso tive que me recuperar da melhor forma. Terminei em 14º e pontuei. O campeonato começou para mim agora.” A terceira etapa da Stock Car acontece dia 28 de abril, em Tarumã (RS). FOTO: Luca Bassani/RF1


Classificação do campeonato após 2 etapas:
1º) Daniel Serra, (Red Bull Racing/Chevrolet), 41 pontos
2º) Cacá Bueno, (Red Bull Racing/Chevrolet), 40
3º) Ricardo Mauricio, (Eurofarma RC/Chevrolet), 38
4º) Valdeno Brito, (Shell Racing/Peugeot), 37
5º) Max Wilson, (Eurofarma RC/Chevrolet), 29
6º) Tuka Rocha, (BMC Racing/Chevrolet), 25
7º) Átila Abreu, (Mobil Super Pionner Racing/Chevrolet), 22
8º) Thiago Camilo, (Ipiranga-RCM/Chevrolet), 20
9º) Allam Khodair, (Vogel Motorsport/Chevrolet), 17
10º) Galid Osman, (Ipiranga-RCM/Chevrolet), 6
11º) Ricardo Zonta, (BMC Racing/Chevrolet), 15
12º) Luciano Burti, (Boettger Competições/Peugeot), 13
13º) Fabio Fogaça, (Vogel Motorsport/Chevrolet), 13
14º) Sergio Jimenez, (Voxx Racing Team/Peugeot), 12
15º) Rafa Matos, (Hot Car Competições/Chevrolet), 11
16º) Rodrigo Sperafico, (Prati-Mico’s Racing/Chevrolet), 11
17º) Julio Campos, (Prati-Mico’s Racing/Peugeot), 10
18º) Lico Kaesemodel, (Boettger Competições/Peugeot), 10
19º) Marcos Gomes, (Carlos Alves Competições/Chevrolet), 8
20º) Denis Navarro, (Voxx Racing Team/Peugeot), 8
21º) Ricardo Sperafico, (Officer ProGP/Chevrolet), 7
22º) Nonô Figueiredo, (Mobil Super Pionner Racing/Chevrolet), 7
23º) Diego Nunes, (RC3 Bassani/Peugeot), 5
24º) Popó Bueno, (Shell Racing/Peugeot), 5
25º) Wellington Justino, (Hot Car Competições/Chevrolet), 4
26º) Vitor Genz, (Gramacho Competições/Peugeot), 3
27º) Rubens Barrichello, (Full Time Competições/Chevrolet), 2
28º) Duda Pamplona, (Officer ProGP/Chevrolet), 1

Both comments and pings are currently closed.

Comments Closed

Comments are closed.