Stock Car | Carro #51 de Átila Abreu é Atingido e Sorocabano Fica Fora da 3ª Etapa

Durou menos de um quilômetro a corrida de Átila Abreu no Velopark, palco da terceira etapa da Stock Car. O piloto sorocabano da equipe Mobil Super Pioneer Racing largou da quarta posição e acelerou por fora. Ele já havia superado o segundo colocado no grid quando foi atingido por trás ao buscar o ponto de tangência da primeira curva. O toque fez o carro #51 rodar e ficar atravessado na pista sendo atingido por outros competidores, o que o impossibilitou de prosseguir na corrida. Depois do acidente, Allam Khodair procurou Átila e disse que foi tocado por um outro carro antes de acertar a traseira do representante da Mobil Super Pioneer Racing. “É uma pena que alguns pilotos não percebam que o campeonato é longo e não se resolve na primeira curva. Não é a primeira vez que isso acontece, sempre com os mesmos protagonistas. Entendo que o acidente poderia ter sido evitado”, desabafou Átila. O sorocabano se disse especialmente frustrado porque, ao observar pela TV o ritmo dos líderes, constatou que o carro #51 tinha condições de brigar pela vitória no Velopark. “A equipe Mobil Super Pioneer Racing fez um trabalho excelente aqui e a corrida estava muito bem desenhada para a gente. Não serei leviano de falar que se não fosse tirado da prova daquele jeito eu ganharia porque o Cacá e o Ricardinho foram muito rápidos aqui. Mas tenho certeza que estaria na briga com os dois primeiros”, afirmou ele. O episódio acabou tirando da prova os três pilotos que haviam salvado todos os 20 push to pass previstos para o final de semana para a corrida e que largaram entre os 10 melhores: Átila, Khodair e Thiago Camilo, que não conseguiu desviar do carro de Átila atravessado na curva 1. Quando o carro danificado chegou aos boxes rebocado, os mecânicos da equipe Mobil Super Pioneer Racing avaliaram os danos e preliminarmente constataram que o estrago não comprometeu o chassi do carro #51. O equipamento será examinado com mais cuidado durante a semana e, se a impressão inicial for confirmada, não haverá necessidade de gabaritar novamente o chassi. Como a próxima etapa da principal categoria do automobilismo brasileiro acontece dentro de duas semanas em Ribeirão Preto, o time tem pressa em dimensionar precisamente as condições do carro, para garantir que Átila corra com plena capacidade no circuito de rua que recebeu duas corridas da Stock até hoje e que teve Átila como vencedor em ambas.


Classificação Final da 3ª Etapa no Velopark
1º – Caca Bueno (RJ) Red Bull Racing – 41:06.192
2º – Ricardo Mauricio (SP) Eurofarma RC – a 1s354
3º – Max Wilson (SP) Eurofarma RC – a 4s660
4º – Daniel Serra (SP) Red Bull Racing – a 5s717
5º – Valdeno Brito (PB) Shell Racing – a 14s405
6º – Ricardo Zonta (PR) Linea Sucralose – a 15s312
7º – Denis Navarro (SP) Neo-Química Vogel Motorsport – a 19s677
8º – Galid Osman (SP) BMC Racing – a 22s293
9º – Nono Figueiredo (SP) Mobil Super Pioneer Racing – a 24s384
10º – Diego Nunes (SP) Hot Car Competições – a 25s782
11º – Rodrigo Sperafico (PR) Prati-Donaduzzi Racing – a 29s560
12º – Alceu Feldmann (PR) Shell Racing – a 34s054
13º – David Muffato (PR) Itaipava Racing Team – a 35s268
14º – Xandinho Negrão (SP) Medley Fulltime – a 38s232
15º – Duda Pamplona (RJ) Officer ProGP – a 42s799
16º – Pedro Boesel (RJ) Comprafacil Nascar JF – a 44s083
17º – Antonio Pizzonia (AM) Comprafacil Nascar JF – a 45s169
18º – Ricardo Sperafico (PR) Prati-Donaduzzi Racing – a quatro voltas
FOTOS: Luca Bassani/RF1

Exato momento em que Átila é atingido | Nova Santa Rita-RS | 06.MAI.2012
Both comments and pings are currently closed.

Comments Closed

Comments are closed.