Stock Car | Um Domingo Para Ser Esquecido: Fogaça Bate e Átila Termina em 14º Lugar

Stock-Car-2013-Fabio-Fogaca-Brasilia-DF-2

Um forte acidente na 14ª volta da etapa de Brasília da Stock Car interrompeu a sequência de bons resultados do piloto sorocabano Fábio Fogaça em sua temporada de estreia na principal categoria do automobilismo brasileiro. O outro sorocabano na prova, Átila Abreu, não se deu bem com sua estratégia de paradas e, com queda de rendimento após um bom início, terminou só com a 14ª posição. O acidente envolvendo Fábio Fogaça teve início quando Ricardo Sperafico rodou após disputar posição com Átila Abreu, o carro de Sperafico ficou atravessado na pista e Fogaça bateu nele de frente, forçando o sorocabano a abandonar a etapa com a estrutura de seu carro bastante comprometida. Apesar do susto, Fábio não sofreu nenhum tipo de contusão e não precisou de atendimento médico. “A Stock Car está num estágio que reúne diversos pilotos experientes, mas que, em alguns casos, não estão em seu melhor estágio de preparação para andar nas primeiras posições. Muitos acidentes têm acontecido por isso, na minha visão. Hoje realmente não tive o que fazer para evitar a batida, já que fui surpreendido na saída de curva pelo carro rodado e atingi em cheio a parte traseira”, comentou o sorocabano. Já Átila Abreu ousou na estratégia em Brasília. Largando da 5ª posição, o piloto da equipe Mobil Super Pioneer Racing saltou para terceiro na primeira volta, ultrapassando Thiago Camilo e Daniel Serra. Ele sustentou a posição durante as 12 primeiras voltas, conseguindo inclusive abrir alguma vantagem nas duas primeiras relargadas da prova. Então o carro #51 perdeu performance, saindo muito de frente. “Quando o terceiro safety car saiu, sabia que se continuasse na pista não ia ter ritmo para combater, então tomei a decisão de aproveitar a janela obrigatória de pit-stop para trocar um pneu. Foi uma atitude para tentar fazer alguma coisa diferente, mas acabou dando errado”, comentou o piloto, que abriu a rodada de paradas nos boxes. Ele retornou à pista em 26º lugar e, após o final do ciclo de pit-stops estava fora do top-10. “É duro tomar uma decisão no meio da prova sem ter ideia clara se está certa ou não. É verdade que nossa simulação de corrida no sábado ficou comprometida pelos treinos mais curtos, mas isso prejudicou todo mundo e não é desculpa”, disse o piloto. Átila lembra que no ano passado o carro #51 teve uma excelente segunda metade da temporada e expressou confiança na recuperação a partir da prova de Cascavel, dentro de duas semanas. “Não podemos perder a tranquilidade e temos que seguir trabalhando. Tenho certeza que corridas melhores virão e que vamos comemorar pódios e vitórias ainda neste ano”, finalizou o piloto. Ele agora é 14º colocado no campeonato, com 32 pontos, já Fábio Fogaça ocupa a 20ª colocação com 24 pontos. FOTOS: Vanderlei Soares/site www.fabiofogaca.com.br (menor) | Luca Bassani/RF1 (maior)


Átila Abreu Puxa a Fila Durante a 5ª Etapa | Brasília-DF | 02.JUN.2013

Resultado – 5ª etapa – Brasília-DF
1. Cacá Bueno – 34 voltas em 42:39.543
2. Daniel Serra – a 0.244
3. Thiago Camilo – a 1.591
4. Rubens Barrichello – a 1.766
5. Ricardo Mauricio – a 2.013
6. Rodrigo Sperafico – a 3.194
7. Tuka Rocha – a 3.909
8. Galid Osman – a 5.198
9. Ricardo Zonta – a 5.533
10. Valdeno Brito – a 6.956
11. Rafa Matos – a 8.466
12. Alceu Feldmann – a 9.201
13. Marcos Gomes – a 10.307
14. Átila Abreu – a 11.542
15. Luciano Burti – a 12.616
16. Denis Navarro – a 13.061
17. Max Wilson – a 13.629
18. Duda Pamplona – a 14.182
19. Lico Kaesemodel – a 14.708
20. Sergio Jimenez – a 16.222
21. Wellington Justino – a 17.700
22. Popó Bueno – a 18.861
23. Nonô Figueiredo – a 20.351
24. Rodrigo Pimenta – a 21.072
25. Beto Cavaleiro – a 22.560
26. Allam Khodair – a 25.301
27. Vitor Genz – a 26.077
Classificação da Stock Car 2013 após 5 etapas
1. Cacá Bueno, 97 pontos
2. Ricardo Maurício, 96
3. Daniel Serra, 94
4. Thiago Camilo, 76
5. Valdeno Brito, 62
6. Max Wilson, 57
7. Tuka Rocha, 46
8. Ricardo Zonta, 44
9. Luciano Burti, 41
10. Rubens Barrichello, 40
11. Galid Osman, 37
12. Rodrigo Sperafico, 35
13. Allam Khodair, 34
14. Átila Abreu, 32
15. Marcos Gomes, 30
16. Rafa Matos, 26
17. Duda Pamplona, 26
18. Nonô Figueiredo, 26
19. Júlio Campos, 25
20. Fábio Fogaça, 24
21. Sérgio Jimenez, 24
22. Ricardo Sperafico, 17
23. Popó Bueno, 17
24. Alceu Feldmann, 15
25. Denis Navarro, 13
26. Lico Kaesemodel, 12
27. Felipe Lapenna, 11
28. Vítor Genz, 8
29. Diego Nunes, 6
30. Welington Justino, 4

Both comments and pings are currently closed.

Comments Closed

Comments are closed.