Vídeo | BMX Freestyle Ganha Espaço em Sorocaba e Votorantim

O sorocabano Valter Nicolau Nóbrega Prestes de Oliveira, estudante de Ciências da Atividade Física na USP, Universidade de São Paulo, tem 18 anos de idade, 16 dos quais dedicados a uma atividade física em especial: O Ciclismo. Mas não pense vocês que apenas pegar uma Bike e sair pedalando por aí é o grande prazer desse jovem. Apaixonado por Bikes desde criança, há mais de quatro anos ele começou a praticar o BMX na modalidade “Freestyle”. Ele é um dos pioneiros na modalidade em Sorocaba, já que o BMX mais praticado na cidade, como todos sabem, é o de Pista, o conhecido “Bicicross”. Segundo o estudante, a cidade conta com cerca de 15 praticantes da modalidade. “A palavra BMX já tem consigo um peso mais voltado para o Bicicross, isso por que o BMX Race é mais conhecido e divulgado, e também por ser uma modalidade já introduzida em eventos mundiais de grande porte” observa o piloto sorocabano. Segundo ele, ainda, o Freestyle é a “outra” modalidade do BMX, e se divide em outras 5 modalidades:
Dirt Jump: Que é praticado em rampas de terra, onde a altura e a distância podem variar. As rampas podem ser do tipo Double, Mesa, Trails (sequenciais). É um estilo bem praticado por vários atletas do BMX. É semelhante ao Bicicross, porém o bicicross é corrida, o Dirt é uma modalidade na qual se avaliam as manobras, o estilo, a altura e a técnica do atleta, somando assim pontos;
Vertical: É praticado em uma rampa em forma de “U”, o Half Pipe, com manobras aéreas nas laterais (bordas). Os atletas desta modalidade buscam fazer suas manobras com o maior grau de dificuldade possível e com a maior altura que conseguirem, completanto suas voltas com manobras combinadas nos dois lados da rampa;
Mini Ramp: É praticamente igual ao Vertical, porém, a rampa tem medidas inferiores às do Half Pipe. Nesta modalidade podem ser imcorporados obstáculos diferentes como os Spines (Imagine dois mini quarters, em forma de “meio U”, que se juntam pelas bordas, um de costas para o outro, formando um “i” minúsculo de letra de mão), etc…
Street: Esta modalidade, como o próprio nome já diz, é praticada nas ruas, aproveitando os obstáculos urbanos, mas também pode ser praticada em pistas que simulem esses obstáculos como corrimões, escadas e rampas dos mais variados tipos como Spines, Fun Box, 45º, Quarters, entre outros. Nesta modalidade são realizadas manobras do MINI-RAMP, DIRT, VERT e até do FLATLAND, já que os “parques” (Pistas) podem imcorporar quase todos os tipos de rampas; e
Flatland: O Flatland ou Flat, baseia-se em uma apresentação de manobras de solo onde não há a presença de rampas ou outros obstáculos. Cada piloto faz sua session (volta) buscando combinar o equilíbrio e a dificuldade de uma forma mais criativa possível.
Valter também lembra que outra modalidade bem conhecida mundialmente é o Big Air, ou a impressionante Mega Rampa. Esta modalidade tem imcorporado o BMX há anos, e podemos ver isto nos eventos como os XGAMES (“Copa do Mundo dos Esportes Radicais”) e em alguns eventos Brasileiros como a “Mega Rampa” apresentada na TV pelo Esporte Espetacular. A parte mais alta da estrutura, por onde os atletas fazem o “Drop”, ou seja, onde se inicia a decida, possui 27 metros de altura. O vão livre por onde os atletas saltam para fazer as manobras possui 20 metros de distância, a rampa de aterrissagem é de 10 metros e o Half, que é a parte final da “Mega”, tem 8 metros de altura sendo 1 metro de parede vertical. A Região de Sorocaba também recebe um evento muito popular entre os pilotos de Freestyle, e que acontece em nossa vizinha Votorantim, trata-se do “King of Dirt do Interior” que este ano vai para sua 5ª Edição e acontece numa Pista construída pelos próprios pilotos locais, com toda manutenção feita também por todos os que vão andar por lá e, por essa razão, criou-se ali um forte círculo de amizade entre os pilotos. Em Sorocaba, dos cerca de 15 praticantes do esporte, a maioria está nas modalidades Street e Dirt, e cerca de apenas 2 ou 3 praticam o Flatland. Uma curiosidade que Valter Prestes percebeu, e lamenta, é que há uma richa não assumida declaradamente, mas de forma velada, entre Skatistas, Pilotos de BMX e Patinadores In-Line. Muitas e muitas vezes o piloto sorocabano acabou expulso de pistas, como a do Parque das Águas no Jardim Abaeté, por skatistas revoltadíssimos com a presença do piloto e sua Bike, o que ele acha um absurdo: “Seria importantíssimo uma movimentação e uma conscientização de todo pessoal quanto a isso, acredito eu, e tomo como exemplo os grandes eventos mundiais do esporte, que todos devem andar juntos, com colaboração e “coleguismo”, de uma forma saudável” finalizou Valter Nicolau. FOTO: Perfil Facebook


Valter Praticando Free-Style Pela Cidade | Sorocaba-SP | 08.JAN.2013
Both comments and pings are currently closed.

Comments Closed

3 Comentários para “Vídeo | BMX Freestyle Ganha Espaço em Sorocaba e Votorantim”

  1. Valeria Nobrega says:

    Muito importante este canal de esporte e o apoio aos jovens esportistas! Este molequinho anda muuuito desde seus 2 anos! Obstinado por essa bike não desiste do seu sonho! Força guerreiro você vai chegar onde quer chegar.

    • admin says:

      Obrigado pelos elogios Valéria. Nosso site se esforça para mostrar tudo o quê o esporte sorocabano tem de bom.

  2. Bianca says:

    Gostei muito da matéria! Ótimo incentivo à prática de esportes. E lindo o vídeo, impressionante!!! Parabéns!